☽★☾ Grimório da Luna

Um blog dedicado a orientação de iniciantes e praticantes solitários da wicca. Blessed be!

Incensos - História e usos

 
O incenso teve origem na Índia há cerca de 6000 anos. As pessoas imaginavam que a fumaça do incenso era o único elo de ligação física entre o homem e os deuses.
No tempo dos faraós, árvores produtoras de incenso eram importadas da costa da Arábia e da Somália. Como os hindus, também babilônios e hebreus antigos se utilizavam do incenso como oferenda.
Os chineses queimavam incensos para lembrar os antepassados, e os japoneses incorporaram a "incensação" ao culto xintoísta. Na Grécia e na Roma antigas o incenso servia para "exorcizar" os demônios.
O incenso é obtido de uma espécie vegetal da família das burseráceas, originária dos desertos da Arábia e da África. A goma-resina, a que se dá o nome de incenso, escorre da árvore através de uma incisão. Quando seca, essa resina é recolhida e queimada (essas árvores são muito citadas nas escrituras sagradas).
Pessoas de todos os tempos e religiões sempre souberam do poder purificador e energético do incenso. O ar que respiramos, quando leva para dentro do corpo as essências naturais do incenso, revitaliza o espírito que nele habita, além de deixar o ambiente cheio de paz.
Além da conotação religiosa e de seu efeito místico entre as pessoas, o incenso é bastante apreciado, principalmente no Ocidente, por suas propriedades aromáticas e até mesmo para purificar ambientes, já que o perfume das flores, frutos e madeiras substitui odores de cigarro, gordura e outros.
Para muitos, acender um incenso é um ritual sagrado. Segundo o Padma Purana, texto que faz parte dos Vedas da Índia milenar, o incenso deve ser usado sempre que se desejar preparar o ambiente para meditação, yoga e para obter proteção espiritual. E é na constância e regularidade que os efeitos mágicos e energéticos do incenso se manifestam. Por isso é importante queimá-los com regularidade, todos os dias nos mesmos horários. Fazer uma oração ou ter pensamentos positivos enquanto se acende um incenso ajuda a atrair bons fluidos. Os horários mais adequados para acender um incenso são o amanhecer, quando o sol está no horizonte, ao meio-dia e ao anoitecer. Isso porque é o movimento do Sol, ou Suria (como é conhecido no Oriente), que determina o momento certo para fazê-lo. Claro que também depende da ocasião e do horário em que você quer realizar um ritual e deseja usar o incenso.

Os incensos na wicca devem ser acesos para energizar e transmutar as energias aonde se encontram e onde pretendemos realizar rituais ou simplesmente atrair energias. Funcionam como purificadores e condutores de vibrações, sejam das pessoas ou dos locais.

Para cada uso, existe um tipo específico e uma essência a ser utilizada. Podem ser em pastilhas, palitos, pó, e outras formas existentes no mercado. Para escolher um incenso, deve-se levar em conta o aroma, de acordo com seu gosto pessoal, e as propriedades específicas de cada tipo (almíscar do Cairo como afrodisíaco, sândalo negro para meditação etc.).
 Para acender o incenso convencional, aproxime sua extremidade de uma chama, até que ela se torne incandescente. Movimente o palito suavemente no sentido horário, até que a chame se apague. O ideal é fixar o palito na posição vertical, utilizando-se de um incensário para que as cinzas não se espalhem.

Segue-se abaixo, uma pequena lista de alguns tipos e suas propriedades.

Arruda:
confere proteção  espiritual e aumenta a segurança. é muito eficiente na eliminação de energias negativas e sua purificação.
Acácia:
evita pesadelos e transmite um sono tranquilo.
Absinto:
favorece a clarividência, e também a proteção do amor.
Alecrim:
afasta a depressão, purifica o local em questão, e eleva o nível de pensamentos.
Alfazema:
eleva o astral e transmite tranquilidade.
Almíscar:
aumenta a sorte e o sucesso, assim como a intuição.
Angélica:
aumenta a proteção.
Artemísia:
faz aflorar a clarividência.
Anis estrelado:
atrai a boa sorte.
Benjoim:
aumenta a criatividade, seja em trabalhos artísticos ou escritos.
Camomila:
melhora as finanças e acalma emocionalmente.
Canela:
é indicado para questões financeiras e tranquiliza o ambiente.
Cânfora:
aumenta a realização emocional e profissional e elimina todo tipo de energia negativa.
Cedro:
aumenta a força física. Muito indicado para purificar os ambientes, pois atrai vibrações de harmonia. Quanto aos negócios, ajuda a ter sucesso com as vendas.
Cipreste:
aumenta a concentração, a firmeza e o equilíbrio. Proporciona prosperidade e fortuna.
Coco:
traz o equilíbrio emocional necessário para a tomada de decisões.
Cravo:
abre os caminhos, atrai dinheiro, destrói as energias negativas reinantes e confere segurança.
Erva cidreira:
confere felicidade e sucesso; assim como promove o encontro de verdadeiro amor.
Erva doce:
eficaz contra "olho gordo"; como também promove a harmonia e paz.
Eucalipto:
renova as energias e promove uma verdadeira limpeza energética do local.
Hortelã:
anula as energias negativas. é muito indicado para aumentar a compreensão, o poder de decisão, a ordem e a consciência ecológica.
Jasmim:
aumenta a resistência física e melhora os negócios. Acalma o ambiente.
Lavanda:
elimina a depressão e confere um sono tranquilo.
Manjerico:
traz sorte, felicidade, prosperidade e proteção.
Mirra:
estimula a intuição.
Noz moscada:
alegra o ambiente e atrai dinheiro, da maneira justa e merecida.
Orquídea:
indicado para purificar o ambiente de trabalho e ajudar a encontrar soluções para problemas práticos.
Patchuli:
traz abundância e reativa a fertilidade.
Pimenta da jamaica:
elimina brigas dentro de casa; atrai dinheiro e boa sorte.
Pinho:
atrai proteção e aumenta a fertilidade.
Rosa branca:
limpa o ambiente contra as energias maléficas e acalma as pessoas que estão ao seu redor.
Sândalo:
ajuda no desenvolvimento e expansão da intuição.
Sândalo branco:
traz sucesso, proteção e aumenta o poder da meditação.
Vertiver:
é a fragrância que protege o comércio, favorecendo as boas vendas, atraindo dinheiro e a boa sorte.
Violeta:
ajuda a espantar as energias negativas.
 Os incensos não são os produtos mais caros usados na nossa prática, porém como o uso deles muitas vezes é diário acaba pesando um pouco no bolso. Uma solução é fabricá-los em casa, o que acaba por dar uma conotação ainda mais natural aos nossos ritos.
 Os incensos feitos em casa são muito eficientes. Abaixo tem uma receita para servir de base, lembrando que existe um carvão especial para a fabricação de incensos e que é vendido muitas vezes nas casas de produtos exotéricos ou naturais. Você pode usar o carvão normal também, mas ele não é muito indicado.

Ingredientes:

Carvão e as ervas

Muitas outras ervas ou frutos ou condimentos são usados na constituição de incensos, principalmente flores e raízes. Use o seu gosto olfativo, necessidade mágica e imaginação e crie os seus!



Instruções de exemplo de criação de incensos:

Incenso de pimenta da Jamaica:

Triture muito bem a pimenta e coloque-a sobre as brasas do carvão. Este incenso deve ser usado em ocasiões em que estão muitas pessoas em sua casa, pois alivia o ambiente tornando-o mais agradável.
Incenso de canela:

Use sempre a canela em pó. Este incenso é um poderoso calmante e atua principalmente nas crianças. Estimula o apetite.
Incenso de cravo-da-índia:

Triture muito bem os cravos e coloque-os sobre as brasas de carvão. Este incenso é um estimulante do sistema imunológico.
Incenso de café:

Compre grãos de café torrado e triture-os muito bem. Coloque sobre as brasas de carvão. Cria um agradável aroma perfumado, dando a sensação de calma e aconchego.

Incenso de noz-moscada:

Rale a noz-moscada e coloque-a sobre as brasas do carvão. Este incenso estimula a autoconfiança e a alegria.

Incenso de alecrim:

Use folhas secas de alecrim e coloque-as sobre as brasas do carvão. É estimulador da memória.

Incenso de coentro, açafrão e almíscar:

Triture as sementes de coentro, junte com um pouco de açafrão e almíscar. Coloque sobre as brasas do carvão. Este incenso é um poderoso perfume afrodisíaco.

Incenso de louro:

Use folhas secas de louro e jogue-as sobre as brasas de carvão. Facilita a concentração.
Incenso de gengibre:

Rale a raiz do gengibre e coloque sobre as brasas do carvão. O gengibre é utilizado como auxiliar de outros incensos, use-o quando quiser aumentar a potência de qualquer incenso. Lembre-se, porém, que deverá usar uma quantidade muito pequena, para não sobressair mais que os outros elementos.



6 comentários:

Muito Legal o post
Quero muito fazer um incenso natural mas não consigo achar o carvão para venda

 

Caio querido, eu achei esse site que vende (detalhe: de outra religião) http://www.omandamento.com.br/incenso/carv-o-para-incenso.html ñ se é confiavel, mas pelo menos vc pode ver como é o produto. Blessed be )O(

 

Luna, muito obrigado acho que vou comprar sim

 

Nossa adorei seu blog.. está me ajudando demais...

 

Mascha fico feliz que tenha gostado e que eu esteja ajudando na sua caminhada ^^ Muit apaz e luz no seu caminho.

 

Luna eu estou entrando agora neste ramo e estou amando o que eu estou lendo neste momento espero aprender muito!!!